Padrasto suspeito de matar a enteada é preso em Valparaíso

A equipe do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Valparaíso cumpriu, na última quinta-feira (20), mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de Valdezar Cordeiro de Matos. Em fevereiro de 2017, Valdezar saiu acompanhado de sua enteada Thayna Ferreira Alves, que desde então desapareceu e nunca mais foi vista.

Valdezar foi indiciado pela Polícia Civil como suspeito do homicídio qualificado e ocultação de cadáver praticados contra suia enteada, conforme os robustos elementos de informação carreados no inquérito policial. Em seguida, a Justiça determinou a segregação provisória do denunciado, sendo então a prisão cumprida.

valdezar val paraiso

Fonte: Policia Civil do Estado de Goiás